Como vender suas fotos online

sifrao Há alguns anos atrás, eu descobri uma modalidade de vendas de fotos que é bastante interessante, onde até amadores podem colher alguns frutos. É um mercado bastante específico, onde nem sempre os conceitos para fotos artísticas são bem aceitos. Isto ocorre porque o objetivo deste mercado é atender a um público que procura imagens perfeitas para uso em livros, revistas, propagandas, outdoors, etc. Ou seja, as imagens quase sempre tem a intenção de vender uma idéia, produto ou serviço.

Este mercado ao qual me refiro chama-se stock. Existem variadas agências para venda de fotos neste modelo e em cada uma delas existem diferenças que as leva a atingir tipos de clientes variados.

Micro stock vs Macro stock

Este assunto é bastante polêmico e vou apenas passar superficialmente por ele.

Em micro stock, cada foto é vendida por um valor baixo e o fotógrafo ganha uma comissão por cada vez que a foto é vendida na agência. O uso da imagem no mercado macro stock é limitado e no modelo mais comum, ela não é exclusiva para quem compra. Ou seja, você vende muito, lucra pouco por foto e a quantidade de fotos geralmente é proporcional ao seu aumento de ganhos.

No caso do mercado macro stock, cada foto é vendida por um valor maior, consequentemente a comissão por foto é maior tambem. Mas em compensação, cada foto vende muito menos do que no mercado micro stock. Isso significa que as fotos precisam ser realmente extraordinárias para ter chance de vender neste modelo. O uso da imagem é geralmente proporcional ao seu preço, portanto a venda da foto já é feita com um destino definido.

Qual modelo escolher? Siga esta regra básica:
Se você é fotógrafo profissional, produz imagens de qualidade técnica excepcional e assuntos raros e interessantes, escolha Macro Stock. Algumas das melhores agências são Getty Images e Alamy.
Se você é fotógrafo amador ou profissional, produz imagens de qualidade técnica excepcional e assuntos mais comuns, escolha Micro Stock. Algumas das melhores agências são Shutterstock e Dreamstime.

Cadastro

O cadastro em qualquer agência envolve uma avaliação da sua habilidade fotográfica. Isso significa que você terá que fazer o cadastro e enviar um certo número de imagens, dependendo da agência, para avaliação. E dessas fotos que você enviou para análise, haverá um mínimo de fotos aprovadas para que você seja aprovado na agência. Só depois desta aprovação você poderá colocar as suas fotos à venda.

A parte mais difícil é ser aprovado. Depois você só precisa enviar fotos de qualidade e valor comercial regularmente para gerar uma receita aceitável. Em stock, uma foto boa é aquela foto perfeita nos aspectos técnicos (exposição, composição, foco), e que alem disso possui um forte valor comercial. Um plus nas vendas pode ser conseguido se você escolher assuntos ainda não muito explorados. Vários fotógrafos concordam que os assuntos que mais vendem são assuntos que incluem pessoas. Pessoas em situações cotidianas, pessoas de diferentes raças étnicas, crianças, pessoas em situações de negócios, etc. Outro assunto comumente explorado são objetos isolados em branco ou preto, mas para obter sucesso com este tipo de assunto, é necessário ser criativo e escolher assuntos que ainda não tenham sido muito explorados.

Os sites das agências geralmente encontram-se em inglês, mas não é difícil usar um tradutor como o Babel Fish por exemplo, para traduzir o formulário de cadastro. Qualquer dúvida, faça comentários neste artigo e eu ajudarei no que for possível.

Obrigado e volte sempre!

5 Comments

  1. Great info, a lot of thanks to the article author. This is perplexing to me right now, however all around, the effectiveness and relevance is overpowering. Very very much thanks once again and all the best .!

  2. Se possivel por favor gostaria de opções de sites bons que recebam essas fotos.

  3. Recomendo a agência Shutterstock.

  4. gostei muito desse site brasileiro

  5. super bom

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*